OLIMPÍADAS DRYWALL, COMPETIÇÃO ENTRE INSTALADORES DE DRYWALL

Acontece anualmente nos Estados unidos a Olimpíadas drywall, uma competição que reúne os melhores e mais rápidos instaladores de drywall de cada estado.

Os Jogos Olímpicos Drywall é organizado pelo sindicato dos carpinteiros e instaladores de drywall e patrocinado pela UBC Systems Leadership.

A competição, no Carpenters International Training Center, em Las Vegas, reuniu cinco competidores de todos os Estados Unidos e Canadá. O evento dura três dias e conta com treinamentos e feira sobre o tema.

O vencedor .

O vencedor do campeonato do ano passado foi David Gibson de 33 anos da cidade de Columbus, do estado norte-americano do Ohio. David registrou um tempo de 52 minutos e 2 segundos instalando 60 pés (18,28 M²) de drywall pronto para inspeção em um percurso que incluía vários cantos, uma janela, uma porta, uma coluna elétrica Caixas e um recorte para encanamento.

“Fiquei um pouco nervoso no início”, disse Gibson,  “Mas então eu me concentrei em pendurar o drywall até que fosse feito. Eu soube desde o momento em que eu entrei no avião em Ohio que eu estava indo para ganhar. “

olimpíadas drywall
olimpíadas drywall

Também concorreram:

Pedro Resendiz,  representando o Distrito Oeste, terminou em segundo lugar com um tempo de 56 minutos e 59 segundos;

Perry Giambuzzi, que representa o distrito oriental, ficou em terceiro com 1 hora, 2 minutos e 22 segundos;

Marek Wiedro, representando o Canadá, completou o percurso em 1 hora, 11 minutos e 29 segundos;

Luis Cardenas, representando o Distrito Sul, terminou em 1 hora, 12 minutos e 29 segundos.

Além do reconhecimento como os melhores instaladores de drywall da América do Norte, os participantes receberam prêmios em dinheiro e seus esforços serão permanentemente homenageados no Centro Internacional de Treinamento.

Assista ao vídeo abaixo e entenda melhor como funciona o campeonato de drywall.

E você o que acha? Seria uma boa fazer uma competição dessas aqui no Brasil? Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: https://www.carpenters.org

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *